Postagens

Rota do Sol

Imagem
Morando em Vila Seca nos anos 70, esperávamos com ansiedade a construção da estrada Rota do Sol. O trajeto até a praia era muito difícil, estrada esburacada, não asfaltada e beirando a aventura devido a passagem pela perigosa serra do Pinto, com trechos estreitos e instáveis. Qualquer incidente poderia aumentar muito o tempo de chegada na praia. - Quando vocês estiverem com 20 anos a Rota do Sol vai estar pronta. - Dizia meu pai, nos explicando sobre a nova estrada e sobre o aumento de trabalhadores que acrescido a pequena população da vila, trouxe muitas novidades e mudanças para nós. Muitos funcionários vinham de fora, com seus filhos, precisando alugar casa, mas muitos eram jovens e solteiros, desencalhando muitas moças solteiras da região. Mas a obra não terminou em 20 anos como meu pai previa, foram 32 anos, pois só foi concluída em 2008! Essa estrada federal, para nós da serra gaúcha, representa um atalho até as praias do litoral. Chamada popularmente de Rota do Sol, ou BR…

Casa das Cucas Vitiaceri - Caminhos de Pedra - Bento Gonçalves - RS

Imagem
Piquenique no edredom!

Caminhos de Pedra, um roteiro de 12 km que pode ser feito num dia. Há um local imperdível quando dá aquela vontade de fazer um lanche,  Casa das Cucas Vitiaceri. Eles oferecem piquenique embaixo das árvores com cucas salgadas e doces feitas na hora e outros quitutes. Cuca de uva, de abacaxi, chocolate... Eles servem nas mesas, ou piquenique no edredom, com almofadas embaixo de árvores ao lado do pequeno riacho e do açude,  muito romântico!




Pode-se degustar as cucas no sofá do lado externo! Suco de uva, mas servem também espumante e vinho
Piquenique farto!
Petiscos de carne, batata recheada e pãzinhos quentinhos


Paisagem romântica das colonias do interior
Para quem gosta de observar pássaros há um ninho de joão-de-barro construído num poste de concreto bem em frente ao local do piquenique!


Linha Palmeiro, São Pedro - Caminhos de Pedra - Bento Gonçalves - RS

Vinícola Salvati & Sirena

Imagem
Enoturismo
Essa vinícola familiar de produção artesanal  é recente, desde 2003, mas sua história é encantadora. Essa vinícola tem o diferencial de ter introduzido o enoturismo no Caminhos de Pedra e de ser atendida pelos familiares.  O prédio foi construído com pedras basálticas irregulares através da técnica de cantaria. O espaço interno, octogonal, guarda diversas pipas e uma grande mesa com cadeiras para a degustação. Vinhos artesanais de qualidade são feitos com variedades de uvas especiais, uma delas, a peverella da época da imigração,  extinta que foi resgatada através da parceria com a Embrapa.  
 Outra variedade européia resgatada pela vinícola, originária do Piemonte é Barbera Piemonte, que foi extinguida com a difusão das variedades francesas.  
Paisagem encantadora
Silvério Salvati, enólogo, encanta os visitantes numa imersão à degustação, explorando todos os sentidos a cada vinho degustado.
 A cada vinho degustado uma riqueza de sensações...
Na degustação do Cabernet Sa…

Caminhos de Pedra - Casa da Erva-mate

Imagem
Caminhos de Pedra é um projeto cultural responsável pela preservação da cultura da colonização italiana bem como o seu resgate no sul do Brasil.

A Casa da Erva-mate faz parte do roteiro dos Caminhos de Pedra. O uso da erva-mate, ou caá-i, erva-do-mato, era  costume dos indígenas, incorporado pelos primeiros colonizadores portugueses,  foi absorvida também pelos imigrantes que aportaram na região. Estes criaram engenhosos maquinários de madeira movidos à água, aumentando a produção.   Esse espaço, aberto a visitação é um antigo moinho com o maquinário artesanal que faz todo o processo de secagem e socagem da folha da erva-mate. A primeira construção data de 1880 da família Cecconello, que foi vendida no final dos anos 60 para a família Ferrari, donos atuais.
á
Energia hidráulica através da roda d'água




 São necessários 5 anos para fazer a colheita da erva-mate.  As folhas são colhidas com os galhos.
 Conduto da água que move a roda d'água.  A erva-mate é colocada nesse cilindro…